O dia em que fiquei noiva!

12 de Junho de 2017, uma data que nunca mais vou esquecer. Era para ser apenas uma viagem para Porto Alegre e Gramado, mas acabou virando a viagem em que eu fiquei noiva! Pois é, uma surpresa muito linda toda programada pelo meu, agora, noivo.

No dia dos namorados, deixamos reservado um jantar especial no Hotel Ritta Hoppner, um hotel lindo demais lá em Gramado. O restaurante deles é uma delícia, e eles servem um almoço alemão super famoso, e um chá da tarde que fiquei morrendo de vontade de conhecer. O jantar dos namorados era completo, com entrada, pratos e sobremesa (olha o menu aí embaixo), além de bebidas a vontade, e música (maravilhosa) ao vivo.

35083843292_7e2caeea7b_o

18922056_1788375904520913_7717407489178922103_n

Na hora da sobremesa, meu namorado foi ao banheiro, e quando voltou, trouxe um ramalhete de rosas vermelhas deslumbrantes, com um cartão. Achei a coisa mais fofa do mundo, e me derreti já nesse momento. Mas não era só isso, por que enquanto eu estava lendo o cartão, ele se ajoelhou, com a caixinha do anel aberta, e me pediu em casamento. Eu disse sim e chorei, óbvio. Foi muito emocionante!!

34888294270_b6afaa3088_o

34430886884_b348b0b257_o

O mais legal foi que o anel de noivado era exatamente um anel que eu havia visto numa vitrine e amado, há uns 6 meses. Ele foi até a loja, comprou o anel, e ficou carregando com ele por vários meses, até o dia dos namorados chegar. E as rosas voltaram comigo para SP, claro!

34464172573_727c106ab6_o

35106078152_3c5414cbb9_o

35251706676_c3724c13ea_o

Resumo gastronômico do último mês

O assunto é…comida, claro! Vamos às últimas atraçoes gastronômicas visitadas neste último mês:

Estadão Lanches ( Viaduto Nove de Julho, 193 – Centro)

Finalmente fui comer o famoso lanche de pernil do Estadão, que fica aberto 24 horas por dia, ali no Centro. O tradicional é feito no pão francês, com (muito) pernil, cebola e pimentão, mas existem versões com queijos variados. O pernil é super bem temperado, e o lanche enorme. Delicioso!!

img_20170113_133405_061_32254589346_o

20170113_124451_31922908760_o

Lambe lambe ( Rua Aracaju, 239 – Higienópolis)

Dos mesmos donos do Modi, este restaurante é uma proposta que fica entre o boteco e o restaurante. Eu diria que ele é como um Dona Onça, só que com preços bem menores. Em 2016, ganhou na categoria Bom e Barato da Veja Comer e Beber. Adorei o picadinho!

20170106_142528_32025650041_o

20170106_135255_31769141180_o

20170106_135322_32025644651_o

Sweet Shop (R. Alagoas, 852 – Higienópolis)

Esta doceria fica em frente à FAAP, e é uma gracinha. Eles servem, além dos doces, croissants recheados, e massas também. Aproveite que está ali e dê uma passada na FAAP para ver os vitrais lindos do museu da faculdade.

20170105_125024_31328168123_o

20170102_130103_31212643654_o

Las chicas (Rua Oscar Freire, 1607 – Pinheiros)

Fomos tomar café da manhã no Las Chicas, da Carla Pernambuco, e usamos o desconto do Dois Por Um. Simplesmente delicioso, uma fartura de comida. Uma bandeja dessas daria para duas pessoas tranquilamente. Ah, o lugar é todo retrozinho, uma graça!

20170128_102902_31724198524_o

20170128_101433_32188799890_o

Bráz Pizzaria ( Rua Sergipe, 406 – Consolação)

Não me lembro se já falei sobre esta pizzaria no blog, mas aqui vai. Usamos o desconto do Dois por Um, e comemos duas pizzas individuais deliciosas. As pizzas costumam ser mais caras, mas valem a pena.

20170127_234035_32520200776_o

La Casserole (Largo do Arouche, 346 – República)

Este já apareceu aqui no blog, e continua maravilhoso. Levamos nossos pais lá, e eles amaram. Usamos também o Dois por Um, e o prato do livrinho era o arroz negro com frutos do mar. Divino!

img_20170122_001711_941_32355156552_o

WhatsApp Image 2017-01-22 at 00.12.50

Cantina Roperto (R. Treze de Maio, 634 – Bela Vista)

Já fui algumas vezes, e nunca decepciona! Tem aquele estilo de cantina, com as garrafinhas de palha penduradas, e muita madeira nas paredes. Os pratos são pra dividir, como em quase todas as cantinas daqui.

20170115_004600_32232190522_o

Consulado Mineiro ( Praça Benedito Calixto, 74 – Pinheiros)

Este é daqueles restaurantes que dá pra voltar várias vezes e indicar pra quem adora uma comida caseira e mineira. Os preços parecem altos, mas os pratos dão pra até 4 pessoas, dependendo da fome. É muita comida mesmo!

20170122_151031_31695725123_o

Koji Sushi ( Av. Paes de Barros, 906 – Mooca)

Uma opção de restaurante japonês gostoso e com preço razoável é o Koji, ali na Mooca.  O rodízio tem variedade, e mata a vontade de comer peixinhos e afins.

20170125_145249_32145099470_o

Café Colon (Rua Alagoas, 555- (casa 2))

Quem passa pela Rua Alagoas, nem repara nesse café, mas ele existe, e fica dentro de uma mini vila bem bonitinha. Fica pertinho do Modi, e em frente ao parque Buenos Aires. Um charme!

img_20170203_171321_761_32549989082_o

Firin Salonu: assados turcos deliciosos!

E lá fomos nós para mais um restaurante turco! Este acabou de abrir, e pertence aos mesmos donos do Kebab Salonu (tem post sobre ele aqui, e sobre primeiro restaurante turco que conheci aqui), e fica na mesma rua, mas é focado em assados (firin = forno), enquanto o outro, obviamente serve kebabs. O lugar é pequeno, com uma decoração super minimalista e casual, ostentando orgulhosamente a bandeira da turquia, que quem passa pela rua logo vê.

User comments

Na verdade, queriamos experimentar a tal das efirras turcas, chamadas de pides, mas descobrimos chegando lá que só são servidas a noite. Ficamos meio decepcionados, mas resolvemos escolher algo do menu do almoço, que tinha vários tipos de assados, com a escolha de três acompanhamentos. O cardápio do dia era este abaixo, mas segundo o funcionário me explicou, os pratos mudam, e durante a semana é servido um menu executivo também.

20160827_150259_29161666542_o

20160827_142334_29269313825_o

Nossas escolhas foram as seguintes: filé de costela assado, com arroz salteado com maça e especiais, e batatas assadas com limão e orégano/galeto assado recheado com  cogumelo e envolto em massa crocante, com macarrão gratinado de forno e queijo defumado, e purê de beringela defumada com toque de queijo de cabra. Ufa! Os nomes turcos estão no menu. Adoramos a comida! O assado vem em um tamanho grande, e os acompanhamentos um pouco menores, mas no final, dá pra sair bem cheio. Não aguentei comer todo meu galeto, e quem se deu bem foi meu namorado, hehe!

20160827_144106_28648500113_o

20160827_144148_28648518663_o

20160827_144112_29235248196_o

20160827_144138_29269657295_o

Meu único arrependimento foi ter pedido o macarrão, por que era bem comum, sem nada especial. Já o purê, e todo o resto estavam maravilhosos!

Agora preciso voltar urgente para comer as pides! Vida longa ao Firin! 🙂

carolturco

User comments

COMO CHEGAR:

R. Heitor Penteado, 147 – Sumarezinho

(fica pertinho do metrô Sumaré)

Duas opções de café, e o guia dois por um!

Neste final de semana, usamos novamente o livrinho Guia dois por um, cuja idéia é muito legal. Funciona assim: você compra o livro, por R$ 75,00, e nele existem 83 ofertas de restaurantes, cafés, museus, cinema, e etc, em que você, acompanhado de mais uma pessoa, só paga por um prato, ou por um ingresso. Por exemplo, um casal pede dois pratos no restaurante X (que está no livro), e no final, só paga um (geralmente o de maior valor). Dá pra economizar um bom dinheiro com o livro!

20160827_101028_29186382701_o

Fomos tomar café no Urbe Café, que está no livro, e foi uma delícia. O ambiente é todo descolado, tem a cara da Rua Augusta, e eles passam o cafézinho na mesa mesmo. Comemos pão na chapa com geléia e cream cheese, com suco de laranja e capuccino (R$ 17,50). Eles servem outras opções também no café, além de comidinhas no almoço.

20160827_102249_29265129045_o

20160827_101143_29265124235_o

20160827_101430_28644013103_o

Tomamos sorvete na Le Botteghe di Leonardo também usando o guia, e gente, como esse sorvete é gostoso! O de pistache é sensacional de bom!

User comments

A outra dica de lugar para tomar café que vou dar não está no guia, mas vale muito a pena. É a padaria Aracaju, que fica em Higienópolis, e foi aberta por portugueses em 1986. O horário do café da manhã de final de semana vive cheio, e é uma delícia sentar nas mesinhas do lado de fora. Eu gosto de pedir o pão multi grãos na chapa, e também já comi o pastel de belém, que é beeem gostoso. Além disso, tem vários outros docinhos portugueses, e rabanadas fresquinhas. No almoço (foto abaixo), os pratos são bem servidos, e dependendo da fome, dá pra dividir.

20160619_104031_27159612343_o

20160709_101602_27579547984_o

20160709_103206_28161367316_o

20160709_102716_28193954445_o

20160826_123113_29212985636_o

20160709_104335_28193956745_o

COMO CHEGAR:

Padaria Aracajú

R. Maranhão, 760 – Higienópolis

URBE Café

R. Antônio Carlos, 404 – Consolação

Le Botteghe di Leonardo

Rua Oscar Freire, 42 – Jardim Paulista

Mais informações do Guia dois por um: aqui 

90ª Festa Nossa Senhora Achiropita

Com a chegada do mês de agosto, teve também o início dessa festa que eu adoro, a Achiropita! Tem post aqui sobre a festa no ano passado, e outro aqui  com minha primeira visita, em 2013.

20160814_224736_28990313205_o

Neste ano, comemos o gigantesco antepasto, berinjela recheada e a polenta, tomando vinho suave, bem docinho. Mais uma vez, não consegui comer os cannolis, por que já não tinha mais. Todo ano é assim, a sobremesa evapora. Aliás, tudo continua igual: comida barata, muito saborosa e farta, uma atmosfera super familiar, músicas italianas sendo tocadas no alto falante, enquanto anunciam também quais comidas já estão acabando, e o sorteio do carro FIAT, e do provolone de 100 kg.  Uma festa que sorteia um provolone não poderia dar errado, não é? 🙂

20160814_220328_28373756543_o

20160814_222806_28885183142_o

20160814_223405_28914166511_o

20160814_224824_28373447203_o

Pois bem, vai até o dia 04 de setembro, todos os sábado e domingos, na Rua 13 de Maio, 478 – Bela Vista. Diversão garantida, e muita comida boa!

 

Cerejeiras do Parque do Carmo- 2016

Mais uma vez, fui ver as cerejeiras do Parque do Carmo, e estavam lindas! Achei um pouquinho menos florido do que ano passado, mas bem bonito mesmo assim. É um evento muito cheio, e como havia dito anteriormente, fica super longe da minha casa, mas valeu a pena. O melhor mesmo é tentar vê-las fora dos dias em que acontece a festa, mas óbvio, que daí você vai perder as apresentações, as comidas, etc.

Comi um dorayaki (uma espécie de panquequinha recheada com pasta de feijão azuki) e me lembrei de um filme japonês que vi, chamado Sabor da Vida, em que uma senhorinha ensina sua receita de pasta de feijão para um confeiteiro que vende dorayakis. É um filme um pouco lento, mas muito doce. E tem as cerejeiras nele também!

maxresdefault

A cultura japonesa me encanta! A penúltima foto é de um doce feito de flor de cerejeira! Não comi, mas achei super diferente.

IMG_7952

carol1

IMG_7967

IMG_7927

IMG_7979

IMG_7988

IMG_7965

IMG_7914

IMG_7949

IMG_7926

IMG_7970

28220530493_13f18bc1ca_o