Onde comemos em Gramado e Canela – RS

A comida em Gramado vem sempre em grandes quantidades, e tem rodízios para tudo: de massas, de fondues, de galeto, e até de pastel eu vi por lá! Então, come-se muito bem, mas paga-se bem também. A cidade é essencialmente turística, e o inverno é temporada altíssima, daí já viu, a conta não vai ficar baratinha. Mas tem opções para todos os bolsos, basta saber procurar.

Josephina Café

Rua Pedro Benetti, 22 – Centro, Gramado

Este foi o lugar do nosso primeiro almoço, comemos sopa de cebola e de capeletti, e tomamos o vinho da casa. O café fica numa casinha muito fofa, e tem um ambiente delicioso. Os preços são um pouco altos para um café, mas gostei muito.

35283761896_3e9efc12b1_o

34383127344_22d230d09b_o

35097201031_5be53e27cc_o

Carlitos

Av. das Hortênsias, 1040 – Centro, Gramado

Tentamos jantar num fondue mais chique, mas estava lotado, e acabamos indo no ao lado, o Carlitos, um restaurante de fondue bem mais em conta. No final, acho que dá na mesma, você vai sair cheirando fritura de qualquer jeito, rs! O fondue deles é bem honesto, e achamos tudo gostoso. O rodízio sempre compensa mais pelo valor, mas prepare-se para sair empanturrado.

35061644272_5671bd90a4_o

35187231226_8daaff6acc_o

Casa da Velha Bruxa 

Av. Borges de Medeiros, 2738 – Centro, Gramado

Certamente esta é a mais famosa casa de chocolate quente de Gramado, e pertence a fábrica de chocolate Prawer. Além do chocolate, eles servem lanches também, entre outras coisas. O chocolate é bom, mas para falar a verdade, você vai encontrar chocolate quente mais barato andando pela avenida principal, e não vai ter fila. Vale pelo lugar que é bem bonitinho, e pela fama também.

35157404512_20057ef01e_o

34840343840_a4b159765d_o

Schnitzelstubb

Rua Baden Powel, 246 – Centro, Canela

Este restaurante fica numa casa, perto do centrinho de Canela, mas como não está em uma rua comercial, muita gente não o conhece. A especialidade é a comida alemã, e como o nome diz, o prato principal é o schintzel, o nosso bom e velho bife a milanesa. De sobremesa, comemos o apfelstrudel. Nós amamos este lugar, a comida é deliciosa, o ambiente faz você pensar que está comendo na casa de alguém na Alemanha, e o preço também é muito amigável.

34405179714_65742cc43a_o

35083807002_77c9f2044d_o

35083806692_d3f8525de6_o

35119455521_ab5c87d279_o

Nonno Mio

Av. Borges de Medeiros, 2070 – Planalto, Gramado

O rodízio de galeto é um prato tão tradicional quanto o fondue em Gramado, e tem vários lugares que servem. Mas acredito que o Nonno Mio seja um dos melhores neste sentido, pelas muitas críticas que li antes de viajar. O rodízio grandão é pra quem tem muita fome, então resolvemos pedir o prato da Nonna para duas pessoas (R$78,00). Este prato consiste em galeto, tortéi ao molho sugo, salada de alface e tomate, e salada de batata com maionese. Sim, tudo isso em uma porção bem grande! O atendimento foi, de longe, o melhor que tivemos em Gramado, e a comida estava ótima.

35327936525_e6656e01f2_o

35121057811_984564fd44_o

34406981314_46fac3f61b_o

Cantina Pastasciutta

 Av. Borges de Medeiros, 2083 – Centro, Gramado

Esta cantina serve pratos enormes, massas de todos os tipos, e como no dia em que almoçamos lá, teríamos o jantar de namorados a noite, resolvemos comer algo bem leve, e pedimos uma bela canja. Veio uma sopeira grandona com uma canja gostosa, e pãezinhos quentinhos. Os preços aqui são um pouco maiores, mas imagino que dê para dividir os pratos com várias pessoas.

34460563033_d745595db4_o

35327961795_d1f1a6a568_o

Hotel Ritta Höppner

R. Pedro Candiago, 305 – Planalto, Gramado

Como eu havia contado no outro post, fomos jantar no dia dos namorados no Hotel Ritta Hoppner, e foi ali que fiquei noiva!

Normalmente, é servido almoço e jantar no restaurante do Hotel, além de um chá da tarde que parece ser maravilhoso. No final de semana, eles fazem almoço alemão.  Tudo nesse hotel é lindo, e eu indico muito uma refeição lá!

34862113470_4043e978b1_o

35274051635_e7764b7ae2_o

35107037762_1530f54cb3_o

Sabores da Serra – Nova Petrópolis

Rua Farroupilha 229, CentroNova Petrópolis

Este restaurante fica bem em frente ao Parque do Imigrante em Nova Petrópolis, ou seja, na beira da estrada para quem está voltando à Porto Alegre pela rota romântica. Estávamos com fome, e sem muito tempo para ficar procurando restaurante na cidade (lá existem vários alemães conhecidos), então resolvemos arriscar, pois o buffet livre era R$ 20,00 apenas. A comida é bem simples, mas estava gostosa, e a batata doce deles era divina. Por este preço, ainda tivemos direito a sobremesa, com um sagu muito bom. Fica a indicação para quem quer algo barato, rápido e simples.

35251641906_50bdc7b4d6_o

Canela e Nova Petrópolis, RS!

Canela fica encostadinha em Gramado, e é um passeio obrigatório. Fomos de manhã, almoçamos por lá e voltamos à tarde. Indo para Canela, paramos no parque estadual do Caracol, uma área enorme de muito verde, e várias quedas, além da famosa cascata do Caracol. Vale muito a visita.

35209066876_752a0b67fe_o

34440051313_c171ecd988_o

Um pouco antes de chegar no parque, fica o Castelinho Caracol, uma das primeiras casas de Canela, construída entre 1913 e 1915, e parece uma casinha de contos de fada. Lá dentro tem um café, e é possível fazer uma visita pela casa também. Eles servem um apfelstrudel super famoso, mas acabamos não comendo lá por conta do horário.

34405008634_8fe6e79b61_o

35083745972_da331f5e93_o

Em Canela, visitamos a Catedral de Pedra, e caminhamos pelo centrinho. Depois, almoçamos num restaurante alemão excelente, o Schnitzelstubb, sobre o qual falarei no post das comidinhas. Vale dizer que na estrada entre Gramado e Canela existem várias atrações para visitar, como museu do chocolate, do perfume, do carro, etc, mas resolvemos não ir em nenhum dessa vez.

35163737892_911ff7dbaa_o

35251659416_7fe05acec4_o

No dia em que fomos embora, aproveitamos que a nossa rota passava por Nova Petrópolis, e paramos por algumas horas lá. Passeamos no Parque Aldeia do Imigrante, que tem uma mini vila alemã muito linda, e na praça principal, onde fica o labirinto. Este parque do imigrante conta a história dos primeiros colonos alemães que se instalaram por essa região.

34521113433_1ae48b65b5_o

35198679771_eb40dcf246_o

34940780990_7ff5101c58_o

34482071143_23ac2b733b_o

35251654976_05cb1205ce_o