Onde comer em Paraty!

Antes de viajar para Paraty, fiz uma longa pesquisa dos melhores restaurantes que existem por lá, e encontrei vários. Mas nada teria me preparado para a realidade da cena gastronômica paratiense!

Imagine andar por aquelas ruazinhas, e em cada portinha colorida ver um restaurante. Cada um é uma opção melhor que a outra, todos mantendo a estrutura original do casarão em que está.  E você janta olhando pela janela, ou sentado em mesas na própria rua, vendo as pessoas passar!

É nesse clima que devemos pensar nos restaurantes de Paraty.

Café Paraty

Rua do Comércio,253- Centro Histórico

2013-12-29 17.12.55 2013-12-29 16.48.25

Comemos lá assim que chegamos de viagem. Pedimos casquinha de siri, e isca de peixe. Ambos estavam uma delícia, mas a casquinha foi o ponto alto! Veio numa travessinha, uma porção bem generosa. Achei o preço ok. O ambiente é bem descontraído. Durante a noite, vi que eles tinham música ao vivo.

Galeria do Engenho

Rua da Lapa, 18- Centro Histórico

galeria-do-engenho OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Jantamos na primeira noite neste restaurante, e adoramos. O único problema: os pratos são gigantes, e o garçom não nos avisou. Acabamos pedindo dois pratos, e sobrou tanto que acabamos levando para o porteiro da pousada. O preço é barato por que um prato dá pra 4 pessoas, então compensa muito! Comemos um prato com arroz e peixe,e o outro era camarão recheado com queijo e risoto.

Banana da Terra

Rua Dr. Samuel Costa, 198- Centro Histórico

IMG-20131230-WA0020IMG-20131230-WA0016IMG-20131230-WA0014IMG-20131230-WA0017

O restaurante mais estrelado de Paraty! Estávamos ansiosos para conhecer. Parece um restaurante badalado de São Paulo, só que em Paraty! O ambiente é lindo, os garçons usam chapéu panamá e camisas de linho brancas. Ah, ficamos 40 minutos na fila de espera, e aí sim eu posso afirmar que me lembrei dos restaurantes de SP! Mas valeu muito a pena, estava tudo maravilhoso.

IMG-20131231-WA0000IMG-20131230-WA0018IMG-20131231-WA00012013-12-31 00.12.422013-12-31 00.15.37

Pedimos  os seguintes pratos: camarões flambados na cachaça Paratiana com arroz negro e juliana de abobrinhas, filé de peixe em crosta de pimenta limão e risoto de palmito pupunha e posta de peixe cozida com banana na panela de barro com pirão e arroz. Huuum!! O melhor prato foi o meu, o filé de peixe com o risoto! Os preços são bem altos, pois como eu disse, o padrão desse restaurante é outro! O público também é outro, um pessoal mais bem vestido, e por que não dizer, mais bonito tb!

Café Margarida

Praça do Chafariz

OLYMPUS DIGITAL CAMERA OLYMPUS DIGITAL CAMERA 2014-01-01 23.01.55

Esse restaurante era a nossa segunda opção para o reveillon. Ele fica bem ao lado da praça do chafariz, no comecinho do Centro Histórico.  Assim que entramos, amamos o ambiente! À luz de velas, música ao vivo tocada pelo excelente Marcinho Eiras ( sabe aquele loiro da banda do Faustão? pois é, o próprio), e um clima fantástico. Lá eles servem de tudo, até pizza! Comi uma massa com camarão dentro do pão italiano, muito bom! Os outros pratos foram peixe, que também estavam super gostosos. Adoramos esse lugar! A decoração também é bem bonita, com vários objetos antigos.

Bistrô  e Creperia Le Castellet

Rua Dona Geralda, 44- Centro Histórico

2013-12-29 19.41.252013-12-29 19.40.43

Estávamos passando pela rua quando descobrimos esse bistrô fofo, e resolvemos entrar pra conhecer. Reservamos até mesa, mas não conseguimos chegar no horário, uma pena!! Acho que lá dentro só cabem umas 10 pessoas, é bem pequeno, por isso tem que reservar. O chef é francês e mora no andar de cima do restaurante.

2013-12-29 19.41.032013-12-29 19.45.542013-12-29 19.46.21

Ali funciona como padaria também, com pães artesanais. A fornada é anunciada por uma plaquinha na bicicleta!  O cliente chega na janela, toca o sino, e faz o pedido. O ambiente é todo decorado em tons provençais. Imperdível!

Thai Brasil

Rua do Comércio, 308A -Centro Histórico

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Outro restaurante bem conhecido. É tailandês, como diz o nome, e fica numa portinha com um corredor bem estreito. O corredor é todo pintado, uma beleza. Lá no fundo tem as mesas, e um jardim lindo. Amei a decoração do lugar. Acabamos não comendo por lá, até por que a comida leva curry e outros temperos que nem todos da família apreciam. Mas acho que vale a pena experimentar sim!

Bistrô Amigos

BR-101 p/ Rio de Janeiro, km 565, 6,5 km

filename-bistro-amigos

Para apenas 12 pessoas, esse restaurante fica encima de duas árvores! Queríamos muito ter comido lá, mas não deu. Deve ser bem diferente.  Fica na estrada, sentido Rio.

Existem muitos outros restaurantes bons por lá, mas se falasse de todos, esse post ficaria gigantesco! Esses foram os principais da viagem. Além do Kontiki, que falei nesse post.   Espero que gostem das dicas!

Cantina Castelões

Logo ali no Brás, numa ruela escondida, fica a cantina Castelões, aberta em 1924 pelo descendente de napolitanos Ettore Siniscalchi, em atividade até hoje no mesmo lugar. É considerada a mais antiga pizzaria de São Paulo, e nos anos 50, foi vendida para um dos garçons que trabalhavam ali chamado Vicente Donato. Hoje, quem toca o lugar é seu filho, que faz questão de manter tudo como antigamente. Inclusive a forma de pagamento, eles não aceitam cartões!

Mosteiro-São-Bento-009cpct

oUNzyhgjcyRw2zUeE2-90fd5atLT-qgkXWUHgLRh3dk

A cantina costumava ser o ponto de encontro de dirigentes e jogadores de futebol, principalmente do Palmeiras. Diz a lenda que foi por entre as mesas da Castelões que nasceu a expressão ” acabar em pizza”. É que os palmeirenses brigavam e discutiam, mas suas diferenças acabavam diante das saborosas pizzas servidas.

NOBGJnlHjs5H85Au5MqEI2m_RHZ8t12gicFYibWni8g

FVHQ4IVmehDuLCXWr3dSPxwqTuS5vBFqxhAAVF8UoVY

O ambiente é muito típico, e nada requintado. É mais um caso daqueles lugares em que você passa pela rua,e não repara que ali existe uma cantina. Dezenas de linguiças ficam penduradas no teto junto com garrafinhas de vinho,as paredes são cobertas por fotos de famosos que passaram ali, e fotos antigas da família. Num canto, algumas balanças antigas e um aviso embaixo ” quem sabe comer, sabe esperar”.

BUn0mxLkvgej-4f8q13IY5qlF6mP-GilrqWQjRQehiY

2Ck9pUUeRkJ1Of6cedwIpPafA9Uso0M-t4uRRNwrwjU

O carro chefe é a pizza, são 14 sabores, todas bem tradicionais. Nada de peito de peru, ou bordas recheadas. Alguns dizem que é uma das melhores pizzas do mundo! Infelizmente, não provamos, por que eles não serviam no almoço de domingo. Fomos de massa mesmo. E escolhemos pelo nome, ”penne mafioso”! Um delicioso penne com molho ao sugo, ricota fresca e almôndegas. Uma porção serve duas pessoas tranquilamente. Tomamos o vinho da casa, e nos esbaldamos!

penne mafioso

F_Qz64BN3RfaBziBUykWBHJ8RSPHmAxY7BaN2Qx4jkA

Para a sobremesa, cannoli! Quando vi que eles tinham no cardápio, fiquei feliz, sempre quis provar. Os cannoli ( no singular, cannolo) são tubinhos de massa frita doce, bem fininha, recheados com mascarpone ou ricota, entre outros recheios. Na Castelões, eles fazem o original siciliano, e o prato acompanha três cannoli polvilhados com canela e açucar: um de ricota com limão siciliano, um de chocolate e outro de creme de baunilha. Uma delícia!

cannoli

Pra quem não lembra, os cannoli foram imortalizados por uma frase do filme ” O poderoso chefão”. Quando o personagem Clemenza sai para matar Paulie Gatto, sua mulher pede que ele compre o doce no caminho. Assim ele o faz, e depois de matar Gatto, ele fala para o seu comparsa:

” Leave the gun, take the cannoli” ( deixe a arma, pegue os cannoli).

Em outra cena, Connie Corleone mata Osvaldo Altobello com deliciosos cannoli envenenados, enquanto ele assiste à ópera!

Um cantinho da Itália no Brás, ótima experiência, bom custo benefício. Agora falta provar a pizza!!

Rua Jairo Góis, 126- Brás

ATENÇÃO! Eles não aceitam cartão. Apenas dinheiro ou cheque.